Literatura Infantojuvenil

Promoção de Natal
Alta resolução +
De R$ 27,00 por R$ 18,00

Zefirelo e o cão

Péricles Augusto de Cenço e Carla Pilla
ISBN: 978-85-7706-058-0
ed. 36 p.
Os animais do bosque estão apavorados: tem um bicho à solta e ele é terrível. Ninguém viu, mas todo mundo diz que é terrível. Este é o segundo livro do sapo Zefirelo. No primeiro, ele aprendeu que é preciso experimentar antes de dizer que não consegue fazer algo, e agora ele vai ver que o desconhecido pode não ser tão amedrontador.
  • Sumário
    O autor
    Péricles Augusto de Cenço é um Engenheiro que nunca pensou em escrever livros de histórias para crianças até o dia que Gabriela, sua filha, passou a gostar muitos das histórias que inventava para ela. Além de escritor, é Diretor do Mercado Leitor do Jornal Zero Hora de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

    A ilustradora
    “Colorida e animada: é assim que a vida deveria sempre ser”, escreve Carla Pilla, “ é assim que ela se torna para mim quando brinco com formas e texturas para ilustrar um livro infantil ou bolar o visual de um desenho animado”. Nos últimos três anos, espalhou seus desenhos e colagens por doze livros infantis, dois publicados pela Editora Mediação e que apresenta-se neste catálogo. Foi também diretora de arte do projeto de série de animação Bolota & Chumbrega e autora das tirinhas Filé de Gato, Jornal Zero Hora de Porto Alegre, RS. O primeiro livro que ilustrou foi O sapo Zefirelo. Para as ilustrações, utilizou pastel oleoso e um toque especial: tinta acrílica “carimbada” no papel usando flores, folhas e galhinhos que buscou especialmente para o projeto.Em Zefirelo e o cão, utilizou a mesma técnica.
  • Trecho
    Era uma manhã linda.

    Zefirelo estava tomando café com os seus irmãos quando escutou sua mãe, dona Jucélia, contar uma história terrível que tinha ouvido na feira, sobre um cão que comia sapos.

    Na mesa do café ficaram todos alarmados.
    Zefirelo ficou assustado.

    Saindo dali, ele foi conversar com Alfredo,
    seu amigo pássaro.

    Ele queria saber se Alfredo tinha ouvido falar sobre aquele cão que comia sapos. Alfredo não tinha ouvido nada sobre um cão que comia sapos e sim sobre um cão terrível que comia pássaros.

    Zefirelo ficou mais assustado.

    Ele deixou Alfredo e foi falar com Nestor, seu amigo peixe. Nestor também vivia no laguinho e era um peixe muito estudioso. Ele sabia muitas coisas e talvez pudesse contar algo sobre o tal cão, que comia sapos e pássaros...
  • Leia algumas páginas

Sugestões de outros títulos:

carregando...