Literatura Infantojuvenil

Promoção de Natal
Alta resolução +
De R$ 34,00 por R$ 23,00

Vamos fazer arte com o Azul Anil?

Alice Seibel Wapler e Maria Eduarda R. Vieira da Cunha
ISBN: 978-85-7706-064-1
ed. 48 p.
Este é um livro diferente, escrito para quem faz arte e gosta de arte, de tintas, de cores, desenhos e colagens. O Azul Anil, que nasceu de um rabisco de tinta, convida as crianças a manchar, pintar, melecar, inventar... E vai dando muitas dicas para isso. Uma belíssima programação visual, com muitas cores, fotos, desenhos e colagens tornam o livro convidativo à leitura e à imaginação. É o primeiro livro de duas jovens arte-educadoras que nele traduzem a paixão pelo que fazem.
  • Sumário
    Mais conhecida por Dada, a autora sempre conviveu com as artes em todas as suas expressões. No colo de seu pai e de sua mãe, artistas plásticos e arte-educadores, aprendeu ainda bebê a apreciar as tintas, as formas e as cores. Logo cedo, estudou na Sapato Florido, escola de arte, e, mais tarde, no Lola Ufus, ateliê infantil, o que, conforme a autora, a influenciou decisivamente a cursar Licenciatura em Artes Visuais na UFRGS. Sua primeira experiência com crianças foi no Centro de Desenvolvimento da Expressão (CDE) e no Grupo de Estudos de Educação Infantil, o GEIN, da UFRGS, onde pode discutir com sua mãe a importância da arte para o desenvolvimento infantil. No “Azul Anil Espaço de Arte, Maria Eduarda e Alice vêm dando promissores passos no sentido de ampliar o repertório criativo e artístico das crianças.
  • Trecho
    Em um pequeno ateliê de arte, nasceu Azul Anil pelas mãos de Olívia e de um simples rabisco de tinta. E o inusitado aconteceu. Ele convidou crianças a fabricar tintas, a construir reinos encantados com caixas de papelão, a inventar seres e criaturas fantásticas com cola, papel, e muita imaginação. Então, pensou em repartir com outras crianças isso tudo e muito mais: experimentar diferentes materiais, descobrir em uma esponja um pincel, enxergar horrendas figuras nas sombras... A Alice e a Maria Eduarda escreveram essa história para que muitas outras crianças, seus pais e seus professores também tivessem vontade de fazer arte como o Azul Anil. “Pensamos em ampliar os seus repertórios visuais, levá-los a conhecer obras de arte contemporânea, despertar-lhes um olhar crítico sobre o mundo”, disseram as autoras, “para que ajudar as crianças a caminhar se elas podem voar?”


    Formada em Design de Interiores, Alice não se realizou enquanto não ampliou o seu cenário visual e entrou no Instituto de Artes da UFRGS para cursar Licenciatura em Artes Visuais. Desde cedo desejou trabalhar com crianças, o que a levou a tornar-se arte-educadora. Sua primeira experiência nesse sentido foi no Centro de Desenvolvimento da Expressão (CDE) e no Grupo de Estudos de Educação Infantil, o GEIN, da UFRGS, como bolsista de Iniciação Científica, discutindo o papel pedagógico da arte na educação infantil. Dessas experiências surgiu a ideia de fundar o ateliê infantil “Azul Anil Espaço de Arte”, junto com Maria Eduarda Rangel Vieira da Cunha.
     
  • Leia algumas páginas

Sugestões de outros títulos:

carregando...