Alfabetização e Letramento

Promoção de Natal
Alta resolução +
De R$ 50,00 por R$ 35,00

O dueto leitura e literatura

na educação de jovens e adultos

Juçara Benvenuti
ISBN: 978-85-7706-0832
ed. 192 p.
Tomando por embasamento teórico de seus estudos a educação popular de Paulo Freire, a teoria crítica do currículo de Gimeno Sacristán, estudiosos de literatura e letramento, como Wolfgang Iser, André Jolles, Shirley Brice Heath, Brian Street, Rildo Cosson, entre outros, a autora fundamenta a importância de aproximar o ensino de literatura da realidade dos alunos da EJA para despertar-lhes o prazer da leitura. Como docente da EJA, Ensino Médio, ela relata seus próprios procedimentos didáticos em literatura, com base nos quais constitui uma interessante proposta para o EJA, Ensino Médio.
  • Sumário
    Introdução

    Educação: um direito à leitura do mundo
    Movimentos internacionais: metas acessíveis?
    As metas assumidas
    A fundamentação em Paulo Freire
    Elementos imprescindíveis para uma prática transformadora
    A pesquisa de Freire
    A escolha dos métodos educativos e diretrizes de trabalho
    A literatura na educação
    A contribuição do leitor
    Os elementos constitutivos do texto literário
    A intencionalidade do texto versus a intenção do autor
    Texto literário: intencional ou espontâneo?

    A trajetória da educação brasileira e as políticas de EJA
    Primeiro sistema de ensino público no Brasil
    Por que as iniciativas nacionais desenvolvidas não tiveram continuidade?
    As especificidades previstas nos documentos nacionais

    Sobre a construção de um currículo para EJA
    O dueto jovens e adultos
    A construção de um conceito
    Tipos de currículo
    O currículo para Sacristán
    A teoria crítica do currículo

    Letramento na EJA
    Eventos e práticas de letramento
    O binômio do letramento: autônomo e ideológico
    Letramento literário
    Sistematização do processo de leitura
    Sequência básica do processo de leitura
    Sequência expandida
    Benefícios no processo de letramento

    A experiência com leituras e literatura
    A conquista dos leitores
    Um lugar para a literatura
    Os alunos participam da construção de seu conhecimento
    Análise crítica do processo
    Primeiros avanços dos alunos
    Os alunos como sujeitos na busca do conhecimento
    Atividade integrada de língua, literatura e música
    Ênfase na atividade oral
    Transcrições das narrativas
    Valorização da oralidade
    Reflexões sobre os resultados da experiência

    Uma proposta de leitura em literatura
    Princípios e referenciais
    Ensino e demanda social
    Primeira unidade/primeiro semestre
    Segunda unidade/segundo semestre
    Terceira unidade/ terceiro semestre

    Considerações finais
  • Trecho
    Introdução
     
    Com o incentivo das novas políticas educacionais, as ofertas de cursos para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) têm crescido muito, criando uma nova demanda de produção escrita que aproximem as teorias mais recentes à realidade dessa modalidade de ensino para a atual conjuntura. Este livro tem o objetivo de apresentar subsídios para o professor de língua portuguesa e literatura na sua atividade pedagógica diária na EJA. Especialmente focada no Ensino Médio, a proposta aqui apresentada pode ser adaptada a diferentes realidades geográficas, sociais e educacionais em virtude de sua organização e estrutura, a qual enfatiza a leitura e o letramento de alunos.
    Como embasamento teórico para a proposta, tomo por referência estudos de Paulo Freire sobre educação popular; os efeitos estéticos da leitura de literatura, de Wolfgang Iser; as formas simples que mais se aproximam do repertório popular, de André Jolles; a construção de currículo, de Regina Leite Garcia, Antonio Flavio Barbosa Moreira e Tomaz Tadeu da Silva; a teoria crítica do currículo, de Gimeno Sacristán; os eventos e as práticas de letramento, de Shirley Brice Heath; o letramento autônomo e o ideológico, de Brian Street e o letramento literário, de Rildo Cosson. A proposta tem por objetivo aproximar a escola e o ensino de literatura da realidade dos alunos da EJA, de oferecer-lhes instrumentos para atuação consciente na sociedade letrada em que vivem, sem esquecer de valorizar os saberes não escolarizados que já possuem. Assim, as atividades sugeridas partem das formas mais simples da oralidade e vão aumentando gradualmente o nível de exigências de raciocínio e de posicionamento crítico. Todas as aulas iniciam com relatos orais e culminam com a produção escrita. Entre uma tarefa e outra, sugerem-se diversas leituras de gêneros variados que os alunos podem livremente escolher, permitindo-lhes participar de discussões e debates com os colegas para ampliar seu horizonte de expectativas. Propõe-se que a produção textual de cada aluno seja reunida em um portfólio que lhe permita acompanhar seu próprio crescimento e seja apresentada à comunidade escolar em uma exposição ao final do semestre. Além disso, nas três unidades, que correspondem aos três
    semestres do curso de EJA, Ensino Médio, propõe-se uma produção textual que se vincula aos temas geradores "“Identidade"”, "“O mundo do trabalho"” e "“Comunidades"”: um memorial, um curriculum vitae e um fanzine, que os alunos vão construindo nos encontros. Nos capítulos de 1 a 4, serão apresentados pressupostos teóricos norteadores da proposta. No capítulo 5, apresento o relato da experiência que desenvolvi com alunos da EJA, vivência essa que embasou a construção/reconstrução da proposta aqui apresentada. No capítulo 6, apresento a proposta, estruturada em três unidades -– uma por semestre -– e respectivas subunidades, incluindo sugestão de atividades a serem desenvolvidas junto a alunos de EJA de tal modo que os professores interessados possam vislumbrar, de forma prática, os caminhos a percorrer e que deverão ser adequados, naturalmente, aos diferentes contextos educacionais.

Sugestões de outros títulos:

carregando...