Fundamentos Pedagógicos

Volta às aulas
Alta resolução +
De R$ 47,00 por R$ 28,20

EJA

planejamento, metodologias e avaliação

Maria Conceição P. Christofoli e Maria Inês C. Vitória
ISBN: 978-85-7706-049-8
ed. 128 p.
Há, no imaginário escolar, a procura por resultados homogêneos, por uniformidade. Entretanto, uma escola que não desenvolve o olhar e a escuta para as diferenças não é uma escola inclusiva, quando se considera a tarefa de educar jovens e adultos e se levam em conta suas singulares histórias de vida. É preciso efetuar as adaptações curriculares necessárias, considerar a diversidade dos sujeitos e construir um ambiente de liberdade individual e social, com práticas pedagógicas baseadas no respeito à dignidade dos alunos de todas as idades, tal como os autores defendem nesta publicação.
  • Sumário
    Prefácio
    Semear a esperança: educar jovens e adultos
    Carlos Rodrigues Brandão

    Apresentação
    Maria Conceição Pillon Christofoli

    Planejamento e avaliação em EJA
    Jussara Margareth de Paula Loch

    Memória, identidades e uma oficina na EJA
    Susana Huerga

    Os diários de aula no cotidiano docente da EJA:
    a escrita de quem alfabetiza

    Maria Inês Côrte Vitória

    As possibilidades de leitura na EJA
    Maria Conceição Pillon Christofoli

    Alunos “"diferentes"” e saberes docentes
    Salete Campos de Moraes

    Alfabetismo e inclusão de jovens
    e adultos deficientes mentais na EJA

    Katiuscha Lara Genro Bins
  • Trecho
    Os diários de aula e o registro escrito: a narrativa no processo de reflexão/ação sobre a própria escrita
    Trecho retirado do Cap. 3, págs. 65-66
     
    Nos aportes teóricos de Cassany (1999), encontramos que a escrita é uma manifestação da atividade linguística humana, como a conversação, o monólogo ou, noutro nível, os códigos de gestos, o alfabeto morse. Escrever é, portanto, uma das formas de atividade humana. Escrevemos para pedir e dar informações, para expressar nossos conhecimentos, para exercer influência sobre o outro, pedir dinheiro, organizar atividades, buscar aprovação... Logo, escrever é uma forma de usar a linguagem, que, por sua vez, é uma forma de realizar ações tendo em vista o alcance de determinados objetivos. A linguagem oral perpassa toda a discussão sobre a escrita, pois a vida é tão preponderantemente social que muitas de nossas ações são verbais. Daí que, muitas vezes, as intenções comunicativas chegam a ser mais importantes que as próprias palavras. Por isso, conhecer a língua não consiste somente em saber as palavras que se usam para cada função linguística, em cada gênero ou tipo de texto, mas é saber interpretar a intenção com que são utilizadas. Portanto, não basta decodificar as palavras, segundo o valor semântico que lhes atribui o dicionário, porque este não diz nada sobre a intenção com que as pessoas as utilizam.
    Para poder interpretar o sentido de cada vocábulo, é preciso relacioná-lo às expressões enunciadas, com seu contexto extralinguístico, o que permite dizer que o significado se constrói a partir das relações entre propósito comunicativo, contexto social e palavra. A consequência didática dessa forma de entender a escritura é incluí-la nos contextos reais em que se utiliza a língua -– atividades práticas como elemento essencial do processo comunicativo. Considerando-se que aprender a utilizar a escrita só tem sentido se houver a compreensão de que, por meio dela, podem-se atingir objetivos que não seriam atingidos com a oralidade, pode-se pensar que escrever é exercitar um movimento permanente de ação e reflexão, bem menos do que de inspiração.
    Por isso mesmo, face à ideia de que escrever bem é um dom, muitos de nós nos resignamos à autossentença: “"não tenho jeito para escrever”", deixando para os "“iluminados"” a tarefa de redigir textos. Com isso, perde-se, dentre outras coisas, a possibilidade de a escritura ser entendida como tarefa artesanal, que se constrói à medida que reescrevemos o texto, o que costuma acontecer através de (re)leituras, (re)elaborações e (re)escrituras.

Sugestões de outros títulos:

carregando...